Buscando a Deus em meio às distrações

Muito se sabe sobre o mover tecnológico em que vivemos hoje e pensando sobre tal assunto, podemos perceber o quanto estamos presos a ideias, muitas delas falsas, sobre o associar a busca a Deus ao uso indiscriminado da tecnologia.

Somos diariamente expostos a distrações e as redes sociais hoje se configuram mais como “a isca” de satanás para tirar o Cristão verdadeiro e sincero do seu foco. Exemplo disso é o tempo despendido (para não dizer desperdiçado) no uso das mídias sociais, que acabam tomando um tempo precioso do nosso dia.

Obviamente que a internet e seus adereços podem ser benéficos até certo ponto. Porém, o equilíbrio no uso de ferramentas como esta é de fundamental importância para a saúde emocional e espiritual daquele que deseja uma vida de genuína comunhão com Cristo.

Diante do exposto acima, deixo uma passagem na Bíblia para reflexão:

 “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.”

1 Coríntios 6:12

Uma breve palavra

Todos temos necessidade de nos aproximarmos de Deus. As oportunidades no dia-a-dia de achegar-nos a Ele muitas vezes são tomadas e preenchidas por afazeres nem tanto importantes que facilmente nos retiram do lugar onde jamais deveríamos ter saído: a presença do Senhor. A luta diária para fazermos nossas responsabilidades se misturam e acabam confundindo e misturando a prioridade. Em virtude disso, gostaria de encorajar aos ouvintes com uma palavra:

"...Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês..."

Mateus 6:33

A sabedoria nos ensina a buscarmos os sábios conselhos, deixo essa lista de prioridades para sua e minha vida de hoje em diante: Deus, família, trabalho e ministério. Pergunta-se porque trabalho a frente do ministério, a simples resposta seria que nossa família precisa de um sustento digno dado pelo suor de um trabalho honrado.

Cristãos Nigerianos massacrados

Mais de 200 cristãos, foram massacradas durante três dias na Nigéria no último fim de semana, disseram autoridades e fontes da igreja, enquanto o derramamento de sangue implacável pelos radicais continua.

A Associação Cristã da Nigéria disse  na quarta-feira que o atual número de mortos no Cinturão do Meio do país, baseado em ataques que começaram na última quinta-feira e continuaram até domingo, está em 218. A Portas Abertas dos EUA  disse que seus parceiros no terreno também relataram mais de 200 baixas.

Os assassinatos são resultado de confrontos entre os lideres radicais muçulmanos Fulani e agricultores locais próximos à cidade de Jos, muitos dos quais são cristãos, embora as autoridades ainda não tenham identificado quantas vítimas pertencem a cada grupo.

Pastor preso em culto na China

Cerca de trinta funcionários do governo chinês invadiram uma igreja cristã em Guangzhou, Guangdong, e multaram a igreja alegando que estava funcionando ilegalmente, disse o pastor que foi preso durante seu sermão.

"Os funcionários do governo invadiram a Igreja Reformada Bíblica enquanto eu estava ministrando o sermão e nos pediu para parar de nos reunir. Eles também ordenaram que enviássemos nossos documentos de identidade", disse o pastor Huang Xiaoning à ChinaAid , descrevendo o incidente de 10 de junho.

Huang e três outros cristãos foram levados pela polícia e interrogados por horas, depois a igreja foi multada em um equivalente a US $ 7.685,45 por realizar atividades religiosas.